top of page

Recebi o negativo, e agora?

Para muitas mulheres e muitos casais, esse é um momento muito difícil. Depois de uma FIV, o beta negativo é, muitas vezes, sentido e vivido como um aborto. Sem dúvidas, é um sentimento de perda e mesmo de luto. É um direito da mulher, do casal, viver essa tristeza e ter sua dor reconhecida.


De acordo com a nossa psicóloga e psicanalista, Claudia Concolatto, para quem decide seguir e tentar novamente, não é fácil esperar, fazer “tudo de novo”. Cada tentativa é uma nova incerteza, cada dia de espera gera ansiedade. O corpo novamente precisa ser preparado e não há garantias de resultado positivo.


A seu favor, os tentantes têm o desejo da maternidade e da paternidade. Homens e mulheres costumam viver de forma diferente esse processo, contudo, ambos têm seu sofrimento. Se você é tentante, se permita a entrega para esse misto de emoções, não se cobre estar sempre forte e disposto. O processo da reprodução assistida é como a maternidade e a paternidade: imprevisível, o tempo todo surpreendendo.

2 visualizações0 comentário

Comments


icone-whatsapp-contato
bottom of page