top of page

Congelamento de óvulos: já pensou nessa possibilidade?

O congelamento de óvulos tem se tornado uma opção cada vez mais relevante e significativa, sendo uma técnica que oferece às mulheres a oportunidade de preservar sua fertilidade, permitindo tomar decisões mais conscientes e empoderadas sobre o planejamento familiar.


A jornada da mulher é repleta de diferentes fases, desafios e aspirações. Com o aumento da busca pela independência, carreira e realização pessoal, muitas mulheres têm adiado a maternidade em favor de outros projetos de vida. No entanto, a biologia ainda nos impõe uma janela de fertilidade que vai diminuindo com o passar dos anos.


Nesse contexto, o congelamento de óvulos é uma importante possibilidade para que as mulheres possam ter mais controle sobre suas escolhas. Ao congelar óvulos em idade jovem (antes dos 35 anos), a mulher terá posteriormente chance de gestação compatível com a idade em que os óvulos foram congelados.


Por exemplo, se decidir engravidar aos 42 anos, mesmo com técnicas de fertilização in vitro, as chances de sucesso são baixas. No entanto, engravidar aos 45 anos, utilizando os próprios óvulos criopreservados aos 32 anos, a chance de gestação é excelente. O congelamento de óvulos também é uma alternativa para mulheres que enfrentam situações de saúde que podem comprometer a fertilidade, como o diagnóstico de doenças graves ou a necessidade de tratamentos como a quimioterapia, que afetam os ovários.


3 visualizações0 comentário

Comentarios


icone-whatsapp-contato
bottom of page